Loading...

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Eu tô com a sida e daí?

Tem muita gente que não fala mais comigo.

Conhecidos que passaram a me evitar.
Isso porque descobriram que peguei a Cida.
É , e daí, tô com ela sim.
Muitos falam pelas minhas costas, que tô fudido,
Que minha vida já era. Fico triste.
Mas sinceramente. Nunca me senti tão vivo.
Tive um passado promíscuo.
Toda e qualquer droga era bem vinda.
Tomava baque na veia. Transava sem camisinha.
Deus me livrou de tiroteios e chacinas.
Cansei-me das orgias e drogas.
E saí ileso do submundo.
Tudo estava bem até semana passada.
Quando cortei minha mão no vidro
E fui ao hospital tomar uns pontos.
E foi lá,... no hospital que fui infectado.
Condenado a viver com a sida
Como companheira o resto da minha vida.
Hoje, vivo com quem não gosto.
Mas tenho que me adaptar
Não dá pra ser infiel, não dá pra trair.
Não vou me suicidar,
Nem vou sair por aí contaminando ninguém
O que quero é continuar vivendo. Escrevendo
E lentamente morrendo.

Cákis
Kkis1@hotmail.com
www.literaturanobrasil.blogspot.com

Nenhum comentário: