Loading...

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

http://www.youtube.com/watch?v=dBBR__m13Pk

terça-feira, 24 de agosto de 2010

EU NÃO QUERO SEU ADMIRAVÉL MUNDO NOVO

Eu não quero para mim seu Admirável Mundo Novo


Prefiro resgatar as minhas Negras Raízes.

Fiquei indignado com Monteiro Lobato ao ler

Presidente Negro e sua cultura do embranquecimento.

Ainda bem que existe Cadernos Negros,

Quilomboje Literatura para os afro brasileiros.



Em uma Terra Estranha, não Muito Longe de Casa

Terra das Palavras de Ganga Zumba e Dandara

Aonde os meninos são soldados (conflitos armados) hoje

Kunta Kinte foi seqüestrado ontem

Se espalhou a resistência pelo mundo.



Ao Vivo no Corredor da Morte,

Abul falava a verdade

Esse é o Caminho da Liberdade.

Queda para o Alto

Ninguém é inocente em São Paulo

Na Guerra dos Meninos, o Cidadão é de Papel.

Mais que a Realidade... O Menino de Palmares

As Rosas são de Sangue. Para o Graduado em Marginalidade



Para as Mulheres Apaixonadas; Contos de Amor Rasgados

Como fazer Amor com um negro sem se cansar

Pois não vivem no Mundo de Sofhia

Nem as considero Belas Adormecidas

Para mim são Guerreiras: exemplo

Carolina de Jesus em Quarto de Despejo



O cákis disse: Não temos muito Tempo então finalizo,

Deixando pra vocês esta list

Ninguém é aquilo que aparenta ser

Materialismo se mostra presente

Sentimento inexistente

Não há mais esperança, tudo acabou.

Honestidade, reciprocidade, cumplicidade.

Se não há verdade, não há relação, seja qual for.

Más intenções nunca passaram pela  minha mente

Mesmo mantendo conflitos no meu subconsciente

Mas sigo em frente, não abaixo o nível, sinto um alivio,

De não ter que olhar pra trás e esperar você chegar.

Ninguém é aquilo que aparenta ser

Em pouco tempo cairá sua mascara

E verão quem é você
Hipócrita, demagogo, fascista.

Cadê as idéias revolucionárias e anarquistas.

Mesquinha é sua pessoa

Brinca com sentimentos como se fosse um jogo à toa

Sempre tive duvidas, mas queria acreditar.

Que as palavras proferidas por você fosse verdade

Mesmo não tendo um pingo de vaidade



Mas não tenho pressa, o mundo me espera.

Na historiografia faço um recorte e jogo tudo fora.

Sem fontes, não existe historia.

Como dizem os brancos: A coisa vai ficar preta.

_ Eu não sou racista, mas conheço pessoas que são. Meus vizinhos por exemplo são.




Hoje se fala muito em bulling; brincadeiras idiotas praticadas por otários de mente vazia que tem o objetivo de constranger e machucar de maneira psicológica e física as pessoas. Todos sabem ou podem imaginar o dano grave e profundo que fica acometido àquelas que sofrem. São vários os relatos e as vitimas diferenciadas; crianças, adolescentes e também adultos por que não. Eu sempre fui o único aluno negro da classe desde o antigo pré primário que já não existe mais. Mas entre as crianças, com a pureza ainda existente no coração, somos todos iguais sem distinção ou melhor as diferenças entre as crianças são bastante notadas e respeitadas. Já no primário, alfabetizado os apelidos não surgem pelo que sou, mas sim pela cor da minha pele, pelo meu cabelo e pela minha descendência africana. Vocês conseguem imaginar o quanto é difícil para uma criança negra superar o racismo dentro da escola, as vezes pelo próprio educador que elogia a criança de pele clara e rejeita a criança de pele escura. Isso faz com que a criança não queira ser o que é resultando numa revolta declarada ou uma profunda tristeza incontida. Sentindo-se em uma terra estranha onde a olham e a tratam com indiferença mesmo sem conhecer sua ancestralidade senti no fundo a vontade de cometer o “banzo” sem mesmo saber o que significa. O que você acha que passa na mente de uma criança negra quando abre o dicionário e vê o significado da palavra “negro” associado a tudo que existe de ruim; demoníaco, trevas, maligno e outros que naturalmente você leitor profere em suas frases exclamativas, afirmativas quando algo é incerto, negativo, e por não notar e achar que tais frases não surtem efeito, tornam assim parte de uma cultura racista que você não demonstra consciência de que sua contribuição fará com que ela não acabe. Toda criança negra sofre constrangimentos profundos chegando a ser traumáticos, mas pra sociedade racista isso é natural. Nunca vi noticiado uma vitima negra de bulling. Só meninas brancas chamadas de magrelas, outras de gordas e por serem crianças sei que sofrem com a situação, não mais do que as negras que sendo crianças também, sofrem pelo que são e não pela condição ou situação. Chamadas de macacos, carvão, escravo, boneco de piche, neguinho, neguinha e outros pejorativos que fazem com que a criança se acostume a ouvir e através da cultura racista esquece seu nome, por ser rara as vezes que é chamado por ele e perde assim aquilo que nunca descobriu ter que é sua identidade. Continuem pretos. Pois a cultura do embranquecimento é um etnocídio.


Como dizem os brancos; a coisa vai ficar preta. Eu sou o Cákis continua.
Chegou minha vez é uma grande satisfação


Não tem idéia de como pra mim isso é bom

Verbalizar minha vida, colocar tudo na escrita

Literatura me dá auto estima, vem salvando a minha vida.

No passado coadjuvante de uma história

Com cenário obscuro, sem futuro e perspectiva

Filme de terror onde a morte não é fictícia

Camaradas tombaram outros estão guardados

Na rua a decadência continua e pode ser vista

E eu aqui com vocês agradeço outra vez

A oportunidade de poder lançar o verbo

Quebrei as correntes do escravismo químico

Faço parte da resistência com consciência

Não espero inspiração porque não temos muito tempo

Olhar crítico e sensibilidade é o que preciso

Sei que toco na ferida quando falo dos vencidos

Dos excluídos, das crianças invisíveis

Expresso meus sentimentos com compaixão

Não busco aprovação, aceitação,identificação,

Tamu junto fortalecendo o quilombo / A vida sem drogas ta bem da hora

Sinto um alivio quando vejo o mudo lá fora

É bem difícil mas saí, reverti o quadro de miséria

Sem perspectiva. É sem futuro essa vida

Comunidade terapêutica, cadeia e continua o ainda

Aceitação e o compromisso com a vida,Meu barato é dar risada de cara limpa.

Dar um pouco de esperança pra quem não acredita.

Que existe 1 nova maneira de viver. Não preciso ser igual. Nada de social

Sei que agora sou um cara especial.

Não um marginal, safado como a sociedade nos tacha

Temos que ser tratados e não encarcerados não caia na farsa da descriminalização

Isso é coisa de playboy de burguês que compra droga depois vai fazer debate lá na faculdade

Se forem pegos vão internados e você pra prisão. Eles são doentes e você é ladrão então

A situação é bem visível o crack ta matando toda a geração da nação

Ta preocupado com 2012 se fumou crack hoje não vai chegar até lá

As coisas simples da vida. Me traz uma perspectiva. Uma visão que não tinha ,que não sabia

Fui no fundo do poço sei que dei muito desgosto

Pras pessoas que realmente gostavam de mim

Não aprende pelo amor, aprende pela dor

Depois não adianta bancar o sofredor



A VIDA SEM DROGAS TA BEM DA HORA

SINTO UM GRANDE ALIVIO QUANDO VEJO O MUNDO LA FORA

ACEITAÇÃO E O COMPROMISSO COM A VIDA

MEU BARATO É DAR RISADA DE CARA LIMPA.