Loading...

sábado, 7 de maio de 2011

13 de Maio- Abolição de quê? Reflexão

ABOLIÇÃO


As borrachadas que já tomei da polícia

Não se assemelham as chicotadas produzidas pelos capitães do mato no passado

Hoje sou negro fugido na selva de pedra

Procurando e encontrando refúgio no quilombo interior

Nas ruas encontro irmãos de cor

Cabelos alisados parecem com o opressor

Não posso confiar, podem me trair, podem me entregar

Buscando aceitação dos seus senhores, feitores, seqüestradores, usurpadores.
Consomem a cultura e priva os negros de serem atores                                     

Protagonistas de sua própria história.
Falo das mentiras dos vencedores contadas na escola

Não vim aqui me distrair nem me divertir
Faço uso da escrita como ferramenta pra ferir, sacudir

Aqueles que vivem na ilusão

Dizendo que as condições são iguais pra todos nessa nação.

Construída por uma sociedade etnocêntrica

Que produz pensamentos eurocêntricos

Não querendo admitir que são todos mestiços

Resultados de estupros de negras escravizadas e índias

Vamos comemorar a abolição dentro da prisão

Vamos comemorar a libertação na Casa de Detenção

As algemas são as correntes do passado

Sofrimento, Luta e Resistência ta enraizado
Não busco aprovação quando expresso minhas palavras

Sou neto de negro escravizado

Lembro-me nas costas do meu avô as marcas das chibatas



  Também já fui algemado

Sofrimento, Luta e Resistência ta enraizado

13 de maio dia de reflexão não comemoração

Discutir a discriminação, cobrar
reparação, indenização

Fortalecer a resistência do quilombo interior

Na luta pela verdadeira libertação do povo negro.

Continuem pretos!

Nenhum comentário: